Dê ouvidos à Palavra de Deus!
Ouça e pratique essa Palavra! Tolo é quem não o faz!
Ouça a Palavra de Deus, creia na Palavra e guarde-a em seu coração.
Esteja enraizado nela, e a coroa da vitória lhe está garantida!,
“Permaneça em vós o que ouvistes desde o princípio. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis vós no Filho e no Pai” (1 Jo 2.24).



Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. Provérvios 31:30

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

terça-feira, 18 de fevereiro de 2014

Mateus 7:9-10

 "Qual de vocês, se seu filho pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou
se pedir peixe, lhe dará uma cobra?"



    Podemos pensar que é fácil Jesus falar da providência de Deus
quando ele é divino. Mas, durante os quarenta dias em que Jesus
passou fome, ele só viu pedra que ele recusou transformar em pão
(Mt 4:3). Jesus foi tentado a usar seu poder para se alimentar, mas
ele confiou no mesmo Pai que ele retrata para nós aqui. O tentador
queria convencer Jesus que, ao invés de confiar em seu Pai, ele
teria que providenciar para ele mesmo. Apesar da demora e da fome
que ele passava, Jesus confiou que o pão de seu Pai viria. Ele
confiou que Deus Pai providenciaria todas as suas necessidades.
Quando ele fala para nós deste mesmo Pai não é de uma experiência
só do trono de glória no céu, mas, do chão duro do deserto, onde
ele estava literalmente morrendo de fome. Uma das principais
mentiras de Satanás, que ele usou contra Eva e tentou usar contra
Jesus, é de que Deus não dará coisas boas a seus filhos. Precisamos
parar de dar ouvidos a essa mentira e começar a crer nas Palavras
de Jesus. É bom lembrar que, apesar de que todos os dias
providenciamos e preparamos as refeições para nossos filhos, a
maioria deles, na hora do almoço ou do jantar ainda vem com aquela
mesma pergunta "O que é que vamos comer"? Por quê? Porque dependem
de nós e esperam para nós tomarmos a iniciativa de preparar aquele
alimento. Se nós não estranhamos que todo dia nossos filhos vêm nos
pedir algo que sempre damos, talvez não devemos estranhar que Deus
espera a mesma coisa de nós.

ORAÇÃO:
   Amado Pai, só quando o Senhor me permitiu tornar-me pai é que
comecei a compreender quão grande é seu amor por nós. Dou graças ao
Senhor que em seu plano para a humanidade o Senhor se fez não só
Deus e Criador, mas também Pai. Obrigado, em nome de Jesus. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário