Dê ouvidos à Palavra de Deus!
Ouça e pratique essa Palavra! Tolo é quem não o faz!
Ouça a Palavra de Deus, creia na Palavra e guarde-a em seu coração.
Esteja enraizado nela, e a coroa da vitória lhe está garantida!,
“Permaneça em vós o que ouvistes desde o princípio. Se em vós permanecer o que desde o princípio ouvistes, também permanecereis vós no Filho e no Pai” (1 Jo 2.24).



Enganosa é a beleza e vã a formosura, mas a mulher que teme ao Senhor, essa sim será louvada. Provérvios 31:30

Web Radio Gospel Da Covilha - ((( Portugal))) Sua Amiga De Todos As Horas

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Mateus 6:31-32

 "Portanto, não se preocupem, dizendo: 'Que vamos comer?' ou 'Que
vamos beber?' ou 'Que vamos vestir?' Pois os pagãos é que correm
atrás dessas coisas; mas o Pai celestial sabe que vocês precisam
delas."


Você provavelmente aprendeu a se preocupar com
estas e outras coisas. Muitos Cristãos não se preocupam com
necessidades físicas ou materiais, porque já estão supridas. No
entanto, eles olham para Deus como um gênio cujo propósito agora é
de suprir suas necessidades mentais, emocionais e espirituais.
Jesus promete que Deus dará tudo que precisamos, mas, não promete
que tudo que pensamos que precisamos será dado. Mesmo quando nossas
necessidades materiais e físicas são supridas, ainda esperamos
mais. A paz interior, a segurança emocional, e o preenchimento
espiritual se tornam as novas "coisas" com as quais começamos a nos
preocupar. Muitos que pensam que seguem Jesus de fato se tornaram
adeptos do que José Comblin chamou da "religião da satisfação dos
desejos". Essa religião é pagã, não importa o quanto ela seja
coberta por adereços "Cristãos". Deus sabe o que nós precisamos.
Nós não sabemos. Muitas vezes o que precisamos envolve perda e
privação, sofrimento e dor. Nem sempre Deus explicará porque
precisamos passar por essas coisas. Mas, se O conhecemos como Ele
quer ser conhecido pelos seus filhos, confiaremos nEle, de que até
"o pior" pode servir para o nosso bem.

ORAÇÃO:
   Pai, perdoe-me quando murmuro e reclamo de coisas que eu passo
aqui. Primeiro, eu sou privilegiado por Lhe conhecer e ter
encontrado a salvação em Cristo Jesus. E segundo, eu devo lhe
conhecer o suficiente para saber que  o Senhor dará tudo o que eu
preciso, e que tudo que eu passo aqui foi permitido pelo Senhor.
Obrigado Pai, por tudo. Tudo que eu tenho, e tudo que eu não tenho.
É tudo que eu preciso. Em nome de Jesus eu agradeço. Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário